De La Tierra - Tropical Butantã, São Paulo - 01/11/2017


Por Rogério Talarico 
Fotos por Bárbara Martins

Depois de 2 anos de sua quarta e última passagem pelo país, a banda latino americana De La Tierra retornou ao país para uma única apresentação na cidade de São Paulo. Com a saída de Sr. Flávio (Los Fabulosos Cardillacs) da banda no ano passado, o competente baixista Harold Hopkins (Puya) foi convocado para o time que conta com Alex Gonzalez (Maná) na bateria, Andreas Kisser (Sepultura, Kisser Clan) na guitarra e Andrés Gimenez (ANIMAL) nos vocais.

Após a abertura da banda Armored Dawn, o De La Tierra subiu ao palco as 22h ao som de “Maldita historia”, single do seu primeiro álbum intitulado “De La Tierra” lançado em 2014. A casa de shows não estava nem perto de sua capacidade máxima, mas vale a pena exaltar que a banda tocava com garra como se estivesse se apresentando para um estádio lotado! Já o público que estava no gargarejo deu mais atenção para Kisser do que para o resto dos integrantes, mostrando que o guitarrista é muito amado em seu país.

Andrés não apenas toca como faz caras e bocas e tem um timbre vocal muito marcante, estilo este evidênciado em canções como a pesada “Rostros” a nova “Valor interior” e também “Dois Portais”, ambas músicas de seu mais recente lançamento intitulado “II”. Um de seus maiores hits, a canção “Somos Uno” foi tocada e muito aplaudida pelo público presente. Além desta canção, ainda foram tocadas “Chamán de Manaus” de seu primeiro álbum e “Ciénagas de odio” e “Fome” de seu mais recente lançamento,  com a banda se retirando do palco para uma breve pausa.

Andrés que muito se comunicou com o público, falou sobre política, fome e sobre como é possuir uma banda de metal latina, fez também muitas brincadeiras com seus fãs. No retorno ao palco, anunciou “Sangramos al resistir”, que foi muito bem executada principalmente por Alex que é um exímio baterista. Com a apresentação chegando ao seu final, “Cosmonauta quechua” foi executada, momento este que Andrés se jogou em direção da pista da casa de shows, para cantar, curtir e pular juntamente com seu público tornando esta última canção um momento único do show. O De La Tierra ainda não possui uma vasta quantidade de fãs mas a banda esta mostrando seu excelente trabalho apresentação pós apresentação e certamente não é uma banda que é apenas um “projeto paralelo” dos integrantes e sim uma banda consolidada que tem muito a mostrar no cenário musical.

Set List De La Tierra

Maldita Historia
Señales
Rostros
Valor Interior
San Asesino
Puro
Detonar
Dois Portais
Somos Uno
Sin Límites
Chamán de Manaus
Ciénagas de Odio
Fome

Encore:

Sangramos Al Resistir
Cosmonauta Quechua

Agradecimentos a Damaris Hoffman da Hoffman e O'Brian pela atenção e credenciamento.

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter