Pain of Salvation - Carioca Club, São Paulo - 29/04/2018

Por Rogério Talarico
Fotos por Amanda Sampaio

Confira mais fotos do show em nosso Flickr.

No último domingo de Abril, o Pain of Salvation retornou a São Paulo para divulgar “The Passing Light of Day”, seu mais recente álbum, lançado em 2017. A banda que primeiramente se apresentaria no mês de Fevereiro no país, teve seu show remarcado devido a saúde do vocalista Daniel Gildenlöw, que estava com uma forte gripe e não pôde embarcar para a América do Sul para fazer uma serie de 6 apresentações, sendo 4 deles em terras tupiniquins.

Às 19h10min, a banda capitaneada pelo já citado Daniel nos vocais e guitarra, Johan Hallgren - que voltou à banda após a conturbada saída do guitarrista Ragnar Zolberg - na guitarra solo, Léo Margarit na bateria, Daniel Karlsson no teclado e pelo baixista Gustaf Hielm, subiu ao palco ao som de “Full Throttle Tribe” com a banda assumindo seus instrumentos logo após sua introdução.

“Reasons” foi tocada logo na sequência e teve um dos momentos mais intensos do show, com Daniel, Johan e Gustaf finalizando a música em um momento de muita sincronia e performance. Uma das mais esperadas canções foi tocada e com “Meaningless” o público finalmente deu as caras e cantou em coro no refrão da canção.

Depois de 3 canções de seu último lançamento, Daniel e cia resolveram tocar ‘a velharia’ da banda e abriram espaço para executar hits como “Linoleum” – que encaixa muito bem quando executada após Meaningless -, a tocante “Rope Ends”, a bela “Beyond the Pale” e “Kingdom of Loss”, que lembra muito canções do Pink Floyd. O grupo concentrou o ‘meio do show’ principalmente em canções dos álbuns “The Perfect Element, Part I” (2000) e “Remedy Lane” (2002) e assim, continuaram tocando “Inside Out” e “Ashes’ que foi outro momento marcante no show, com Johan interpretando a canção de forma única.

A banda se despediu do palco com a bela “On a Tuesday” com o baterista Léo roubando toda a cena no palco, pois além de tocar seu instrumento de forma bastante intensa, se mostrou um ótimo vocalista e fez a parte central da canção quase que à capella, sendo outro ponto alto do show.

No retorno do bis, a banda tocou “Spirit Of The Land”, “Inside” que Gildenlöw cantou sem sua guitarra e interagiu à frente do palco com seus fãs e então, encerrou sua calorosa apresentação com a música que carrega o nome do álbum em divulgação “The Passing Light of Day”. O quinteto se retirou do palco com todos os integrantes agradecendo fortemente ao público paulistano pela noite.

Ver um show do Pain of Salvation é uma aula de música e performance, pois além de Daniel ser um frontman incrível e com uma ótima presença de palco, possui uma banda extremamente competente e que entrega o máximo de si. Que não demorem muito para retornar ao Brasil!

Agradecimentos ao Luciano Piantonni da Lanciare Comunicação pela atenção e credenciamento.

Set List:

Full Throttle Tribe
Reasons
Meaningless
Linoleum
Rope Ends
Beyond the Pale
Kingdom of Loss
Inside Out
Ashes
Silent Gold
On a Tuesday

Bis:
Spirit Of The Land
Inside
The Passing Light of Day

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter