Accept – Carioca Club, São Paulo – 14/10/2018

Por Rogerio Talarico Gomes
Fotos por Renan Facciolo

Para conferir mais fotos, clique aqui.

Accept é uma das bandas mais renomadas do heavy metal, na atualidade. Capitaneada pelo guitarrista Wolf Hoffmann, a banda retornou ao Brasil para uma série de 4 apresentações e é claro que São Paulo não ficaria de fora da rota dos alemães.  O retorno prematuro da banda ao país somente ocorreu, pois em novembro do ano passado o show, que a banda faria na cidade de Fortaleza, foi adiado por problemas técnicos no vôo, impossibilitando a chegada dos integrantes em tempo hábil à Terra da Luz.

Às 20h20min, os integrantes subiram ao palco e foram ovacionados logo na execução de “Die by the Sword”, grande hit do disco em divulgação nesta turnê, “The Rise of Chaos”. O Accept é daquelas bandas que enchem os olhos ao se ver ao vivo: É um conjunto de presença de palco inigualável, sincronia, coesão, hits poderosos, boa iluminação, perfeita execução das músicas além de entregarem uma escolha ímpar das canções executadas shows após show, não ficando de fora um clássico sequer e ainda, como se não bastasse, a banda sempre toca uma ou outra “Lado B”, para encantar os fãs mais fervorosos.

Como já dito neste texto, clássicos não faltaram e músicas como “Restless and Wild”, a pesadíssima “Breaker”, e “No Regrets” fizeram o público ir ao delírio, tanto banda como público pareciam uma unidade nesta noite. Chamar o potente e simpático vocalista, Mark Tornillo, de “novo” no Accept não está mais com nada e não se ouve mais comparações, do público, com o lendário ex-vocalista da banda, Udo Dirkschneider. Porém Mark não carrega o peso todo do show em suas costas, visto que Wolf e o baixista Peter Baltes vão direto para a pequena passarela construída à frente do palco neste show, levando os fãs à loucura a cada movimento e caretas sincronizados.  Já o carismático guitarrista Uwe Lulis ficou boa parte do show recuado no palco, mas focado em sorrir para o público e executar também o vocal de apoio à Tornillo em todas as canções.

Mais hits foram tocados como “Final Journey”, o grande clássico “Princess of the Dawn”, o hino “Metal Heart” e “Fast as a Shark”, momento em que a banda saiu do palco para o batido bis. No retorno, executaram mais 3 canções, fechando sua apresentação com “Balls to the Wall”, certamente a mais esperada da noite, dado tamanha euforia do público. O show do Accept é um espetáculo revigorante para quem ama o estilo, e é o tipo de apresentação que eu recomendaria a todo ser humano ver uma vez na vida. Parafraseando o editor chefe Ricardo Batalha, da renomada revista brasileira “Roadie Crew”: “Quem é heavy, curte Accept”!

Abertura:
O “esquenta” dos ouvidos do público ficou à cargo dos paulistanos da República. Com Leo Beling nos vocais, LF Vieira e Jorge Marinhas nas guitarras, Marco Vieira no baixo e com o potente Mike Maeda na bateria a banda certamente atingiu o que queria nesta apresentação e cativou o público paulistano. Com vocais pesados, guitarras bem timbradas e com muito riff, a banda se apresentou divulgando seu mais recente lançamento, o álbum “Brutal & Beautiful (2017)”. Tocaram canções como “The Maze”, “Head Like a Hole”, cover do Nine Inch Nails, e também “El Diablo”, música de seu álbum de estreia “Point of No Return”, lançado em 2013. A banda que não é novata no cenário nacional vem despontando atenção internacionalmente e estava abrindo alguns shows da turnê norte americana do guitarrista Slash com sua banda ‘ Slash feat. Myles Kennedy and the Conspirators’. Com certeza uma das boas revelações no Brasil, para a música.

Set List:
Die by the Sword
Stalingrad
Restless and Wild
Breaker
Pandemic
Koolaid
No Regrets
Analog Man
Final Journey
Shadow Soldiers
Guitar Solo
Neon Nights
Princess of the Dawn
Monsterman
Up to the Limit
Metal Heart
Teutonic Terror
Fast as a Shark

Bis:
Stampede
Dying Breed
Balls to the Wall

Agradecimentos a Heloísa Vidal da FreePass Entretenimento pela atenção e credenciamento.

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter