Leprous – Carioca Club, São Paulo – 10/03/2019

Por Rogério Talarico

Anos atrás, seria impossível prever a vinda de alguns grupos musicais ao país. Felizmente esse quadro vem se revertendo ano após ano e o Brasil já se tornou um dos polos mundiais no que diz respeito a turnês de bandas. Desde shows pequenos até a criação de novos festivais, o Brasil se consagrou e hoje é rota obrigatória para as bandas de todo o mundo. É claro que para que isso ocorra não depende somente que os grupos possuam vontade, mas sim de produtores locais que invistam na cena e arrisquem, acreditando no público local. Dada informação, elogio aqui o trabalho da produtora Overload que vem trazendo grandes nomes do metal progressivo ao país, bandas até então nunca antes vistas em terras tupiniquins como o Leprous, grupo oriundo da Noruega que tem mostrado muito talento e musicalidade.

Pontualmente às 20h, Einar Solberg (vocais), Tor Oddmund Suhrke e Robin Ognedal (guitarras), Baard Kolstad (bateria) e Simen Børven (baixo) subiram ao palco do Carioca Club ao som de “Bonneville”, música presente no álbum “Malina”, lançado em 2017.

Einar é um tanto quanto durão no palco – talvez devido a sua estatura – mas é um excelente vocalista e possui alcances vocais astronômicos e tanto o grave quanto os mais altos falsetes de sua voz são executados exatamente como os gravados em seus álbuns. Sua banda é um show a parte e os músicos além de extremamente empolgados e comunicativos também executam com maestria seus instrumentos e arrisco dizer que é uma das bandas mais coesas, alinhadas e afinadas que tive a oportunidade de ver ao vivo.

Com pouquissima iluminação, o quinteto apresentou faixas de sua carreira focando em seu último album como a empolgante “Stuck” e “Illuminate” mas não deixou de fora musicas mais antigas como “Acquired Taste” do complexo álbum “Bilateral” e as ótimas canções do disco “The Congregation” como os hits do grupo “The Price” e “Third Law”. Antes dessas 2 canções, a banda ainda executou uma homenagem ao Massive Attack e fez uma releitura da conhecida “Angel”, um ponto alto do show.

No retorno do bis a carismática banda executou mais uma dobradinha de sucesso sendo a bela “Mirage” e finalmente a mais aguardada da noite, “From the Flame” fechando essa chuvosa noite com chave de ouro, uma noite que os fãs deste quinteto que é uma revelação do Prog Metal lembrarão por muito tempo.

Agradecimentos ao Costábile Salzano Jr. da The Ultimate Music pela atenção e credenciamento.

Set List:

Bonneville
Stuck
The Valley
Foe
The Flood
Acquired Taste
The Cloak
Illuminate
Golden Prayers
Angel (Massive Attack cover)
The Price
Third Law

Encore:
Mirage
From the Flame

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter