Slash feat Myles Kennedy and the Conspirators - Espaço das Américas, São Paulo – 25/05/2019

Texto e fotos Por Rogério Talarico

Slash é um nome que dispensa apresentações e até mesmo quem não é amante do bom e velho Rock N’Roll conhece ‘o guitarrista da cartola’. Com uma consolidada carreira no Guns N’Roses, Saul Hudson (como fora batizado) é conhecido por ser um dos mais versáteis guitarristas do mundo, já tendo tocado com ícones que vão de Elton John a Michael Jackson retornou ao Brasil para uma extensa série de 8 shows com seu atual projeto intitulado Slash Featuring Myles Kennedy and The Conspirators.

Essa banda está tão consolidada hoje que não dá nem para ser chamado de projeto paralelo, uma vez que o grupo já possui 5 álbuns com o exímio Myles Kennedy nos vocais sendo 3 deles de estúdio e veio ao Brasil divulgando seu mais recente lançamento, o aclamado “Living the Dream” lançado no final do ano passado.

Convidados pelo próprio Slash, os paulistas da banda República foram os escolhidos para esquentar os shows do Brasil (exceto o show de Porto Alegre que ficou a cargo da banda local Rebel Machine). Capitaneados por Leo Bering, pontualmente às 20h30min subiram ao gigantesco palco do Espaço das Américas para executar canções de seu último álbum, “Brutal and Beautiful”. Bastante conhecidos pelo Brasil, a banda que vem abrindo muitos shows internacionais e participando de festivais renomados como o Rock in Rio é bem animada no palco e esbanja simpatia com o público.  Com uma apresentação de 40 minutos, tocaram canções como “Black Wings”, “Time to Pay” e “Take It”, seu mais novo single.

Formado por Slash e Frank Sidoris nas guitarras, Todd Kerns no baixo, Brent Fitz na bateria e o incrível e versátil Myles Kennedy nos vocais, sem muitas delongas a banda entrou no palco ao som de “The Call of the Wild”, faixa que abre também o novo disco do quinteto. Slash tocando no palco não é apenas um guitarrista, é uma entidade que hipnotiza os olhos de todos que o veem solando e certamente escolheu a dedo cada um dos músicos que o acompanham, visto a sincronia, qualidade e interação da banda no palco.

Do novo disco foram tocadas sete canções, dentre elas as ótimas “My Antidote”, “Serve Your Right” e e calma “The One You Loved is Gone” que foi um dos pontos altos do show, mas certamente as canções mais antigas como “Back From Cali” e a bela “Starlight” que foi extremamente bem executada pelo ótimo Myles Kennedy que animaram o público. Outro ponto forte foi o momento em que o talentoso Todd Kerns assumiu os vocais e incendiou o público cantando duas canções, sendo “We all Gonna Die” e “Doctor Alibi”, originalmente cantadas por Iggy Pop e Lemmy Kilmister, mostrando que não é apenas um bom baixista, mas também um ótimo frontman.

Em meio à solos como o executado no final da canção “Wicked Stone” que durou 15 minutos e deu uma acalmada geral no show, Slash e banda apenas apresentaram “Nighttrain” de sua carreira com o Guns, de certo mostrando que o grupo tem repertório de sobra para não viver apenas do passado e a casa cheia comprovou isso. Após o bis, apenas “Anastasia” do álbum Apocalyptic Love foi executada e contou com mais um curto solo de Slash e, com muita empolgação, o grupo se retirou do palco após ser ovacionado pela plateia.

De fato é um grupo consolidado e que pela presença de palco, composições e por shows lotados pelo mundo todo ainda tem muita história pra contar. Que não demorem para gravar um novo álbum e voltarem ao Brasil.

Agradecimentos a Simone e Denise Catto da Catto Comunicação pela atenção e credenciamento.

Set List:

The Call of the Wild
Halo
Standing in the Sun
Apocalyptic Love
Back From Cali
My Antidote
Serve You Right
Boulevard of Broken Hearts
Shadow Life
We're All Gonna Die
Doctor Alibi
The One You Loved Is Gone
Wicked Stone
Mind Your Manners
Driving Rain
By the Sword
Nightrain
Starlight
You're a Lie
World on Fire

Bis:
Anastasia

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter